Logo Kaledo

Ferramentas de planejamento estratégico: O que são e como podem salvar o seu negócio?

Um grupo de pessoas reunido com papel e post it para realizar o planejamento estratégico.

Compartilhe:

Abrir um novo negócio é desafiador. O papel do empreendedor não é nada fácil e a dificuldade só aumenta com o passar do tempo. Os aprendizados de cada pedra desviada no caminho é o que fica dessa jornada. Através das ferramentas de planejamento estratégico essa trilha se torna mais fácil.

Nesse sentido, uma qualidade que é fundamental para cada administrador, é possuir organização, só assim um negócio tem pilares para crescer e se consolidar no mercado.

Muito se fala atualmente sobre organização, ou como deveríamos ser mais organizados. Porém, raramente é abordado como realizar isso.

A definição de organização consiste em desenvolver recursos para a manutenção de um estado de ordem, ou seja, é necessário se planejar. 

E como isso começa? Construindo metas, para ter mais clareza de que lugar você quer chegar com os recursos que possui. 

Para a empresa decolar, o planejamento precisa ser inteligente e alinhado com o universo interno do empreendimento.

A revolução tecnológica e de pensamento possibilitou que vários programas pudessem nos auxiliar na hora de gerenciar o nosso negócio, isso torna o gestor mais confiante e traz uma melhoria na comunicação interna.

Ficou interessado em conhecer mais sobre como alavancar o seu negócio através do uso de ferramentas de planejamento estratégico? 

Confira o artigo! 

O que é planejamento estratégico?

Se planejar é algo essencial para a nossa vida, é uma maneira de olhar para o futuro com menos medo e conseguir ter uma sensação de controle maior nos nossos passos. 

Com uma empresa a situação não é diferente, se você não escolher para qual caminho quer seguir e organizar o futuro, todo lugar é uma chegada, e não é essa a maneira mais inteligente de levar o seu negócio. 

Desse modo, um planejamento estratégico possibilita a construção de uma ordem e um propósito para o seu futuro como empresa, é um fator que motiva toda a corporação, dos donos aos funcionários, afinal, quem não quer estar em um lugar que planeja um crescimento para o futuro? 

Mas planejar não é sobre idealizar um futuro dos sonhos, é necessário ser realista nesses momentos e organizar bem os próximos passos.

Logo, o planejamento estratégico funciona como um mapa que organiza as próximas ações da empresa para alcançar os objetivos, sejam eles de curto, médio e longo prazo. 

Nessa medida, para montar esses objetivos, é necessária uma metodologia, que através dos dados que a empresa apresenta, seja possível chegar a uma conclusão, através da realidade e da disponibilidade de recursos.

É necessário compreender que o planejamento estratégico se trata de um organismo vivo, em que se adaptar aos caminhos que a vida toma é extremamente necessário para um planejamento de qualidade. 

Dessa forma é fundamental definir prazos de revisão desse planejamento e deixar em aberto essa possibilidade de mudanças. 

Uma pauta relevante para a construção de um planejamento de excelência é possuir uma régua de comunicação de extrema qualidade. 

A importância do planejamento estratégico

As ferramentas de planejamento estratégico, quando bem utilizadas, são uma peça-chave para a progressão de uma empresa. 

A princípio possibilita um avanço na comunicação, afinal todos da equipe terão em mente, de modo objetivo, qual será o futuro da empresa, e possuir dimensão dos próximos passos na rotina do negócio. 

Dessa forma, é um modo de aproximar as lideranças dos demais funcionários, afinal todos se sentem partes de um plano, unidos pelo objetivo de atingir as metas e resultados esperados. Esse é o melhor modo de evitar erros e falhas em uma organização.

Outro fator, que expõe a importância da construção desse planejamento para a gestão, é o de mitigar prejuízos, com investimentos realizados por impulso. Afinal, quando se tem bem resolvido e de modo concreto os próximos passos e metas da empresa, tudo de gasto é feito considerando esse fator, o que evita precipitações. 

Nesse sentido, é preciso que os investimentos sejam analisados de modo que traga frutos ao empreendimento, e isso só é possível quando se tem dimensão de onde a empresa quer chegar.

Além disso, o planejamento também é importante na hora de se manter estável as mudanças do mercado. 

A cada momento, existe uma nova tendência, nos mais diversos setores. Se sua empresa se moldar a cada uma delas, você corre o risco de construir um negócio instável. 

Apesar da teoria de que se adaptar ao momento seja interessante, é preciso que sua empresa tenha uma estabilidade para qualquer situação, e isso é possível utilizando ferramentas de planejamento estratégico. Por ter uma métrica, uma dimensão do que deve ou não ser feito naquela organização, é o que possibilita uma personalidade para o perfil da empresa.

Uma peça essencial para uma empresa de sucesso é a união de decisões firmes a um negócio fortalecido. E essa é mais uma prova da relevância em manter um planejamento. 

As decisões que você toma para o seu negócio são fundamentais para definir o seu futuro, quando você faz uso de ferramentas de planejamento estratégico, a pressão dessa decisão se torna mais tranquila!

Afinal, basta seguir o que foi organizado para o seu caminho, agilizando os processos e os adaptando para o formato desejado para a empresa.

É claro que toda empresa está sujeita a cometer alguns erros. Mas nas informações coletadas por essas ferramentas é possível identificar os erros prováveis para que o planejamento seja o mais próximo da realidade. 

Por meio do planejamento estratégico é possível fortalecer a empresa nos momentos de crise, já tornando os gestores preparados para as grandes tomadas de decisões, e os impactos negativos não abalam tanto a companhia, pois eles não serão pegos de surpresa.

Estar preparado para se adaptar e lidar com os imprevistos, escala o seu empreendimento para ficar a frente dos demais, gerando uma vantagem competitiva.

Outro fator essencial para o seu crescimento é a parceria empresarial. 

Quais as cinco principais ferramentas de planejamento estratégico?

Agora você já sabe o que são ferramentas de planejamento estratégico e como elas são importantes para uma gestão de sucesso. 

Seguem abaixo as cinco principais ferramentas para você colocar em prática desde já: 

Forças de Porter

Desenvolvida por Michael Porter, ela possui como fim avaliar e julgar o meio externo em que se encontra a empresa. Basicamente ela analisa as forças externas, o ambiente do mercado, e as chances de lucro. Ela passa pelo caminho em que a empresa quer andar para o sucesso do negócio. 

Essa ferramenta possui cinco forças: 

Poder de negociação 

Aborda as questões que podem diminuir ou aumentar o poder de negociação dos fornecedores, e até a possibilidade dele se tornar um concorrente.

Ameaça de produtos substitutos 

Estuda as chances de surgimento de um produto melhor que substitua o produto comercializado pela empresa.

Rivalidade entre os concorrentes

Analisa o grau de rivalidade presente no mercado e como isso interfere na dificuldade de entregar o produto. 

Ameaça de entrada de novos concorrentes

Um estudo sobre a concorrência, tanto os pontos fortes daqueles que são concorrentes diretos que vendem produtos similares, quanto aos possíveis novos negócios similares no mercado.

Poder de negociação dos clientes

Aborda como se diferenciar no mercado para que, perante tantas escolhas, o cliente opte pela sua empresa. É um estudo sobre conquista. 

SWOT

A análise SWOT (a sigla traduzida do inglês significa: Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças), como também é conhecida, trata-se de uma ferramenta de planejamento estratégico que aprofunda e específica um ambiente macro da situação organizacional que auxilia na hora de tomar escolhas pelo negócio. 

O objetivo dessa ferramenta é analisar o diagnóstico estratégico de uma empresa. Dessa forma possibilita a prevenção de cenários negativos, tal qual o meio para alcançar os positivos, assim, também auxilia na tomada de decisões.

Matriz BCG

É uma metodologia criada para estudar os produtos e serviços de uma empresa. 

Ela serve para determinar os passos que cada produto precisa efetivar, para alavancar o negócio de acordo com os resultados da análise apresentada.

As determinações seguem esse padrão: 

1 – Construir: Ampliar a atuação no mercado. 

2 – Manter: Continuar o nível de presença no negócio.

3 – Colher: Retirar o máximo desse mercado e aos poucos retirar.

4 – Abandonar: Encerrar o negócio.

PESTEL

A análise PESTEL é uma ferramenta de planejamento estratégico que é utilizada como peça auxiliar de construção da matriz SWOT. 

Afinal, o seu fim é mapear e analisar as questões macroeconômicas presentes nas atividades do negócio de modo direto ou indireto.

Essa ferramenta oferece informações do mercado como um todo. PESTEL é uma sigla para todos os fatores analisados: Políticos, Econômicos, Sociais, Tecnológicos, Ecológicos e Legais. 

Pesquisas

As pesquisas evidenciam para o gestor uma visão mais completa e precisa do projeto, o que a torna fundamental na hora de tomar decisões. 

Nesse sentido, uma pesquisa acerca de tendências vai ser relevante para evidenciar as oportunidades e ameaças daquele negócio. Principalmente para o setor de marketing da empresa, as pesquisas são bastante úteis, pois os resultados serão a base para desenvolver estratégias mais assertivas e até para lançamento de novos produtos.

A aplicação de questionários é excelente para as mais diversas questões internas e externas da empresa. 

Como criar um planejamento estratégico 

O tempo e o futuro devem ser os aliados na hora de construir um negócio, por isso é tão importante definir metas e objetivos a serem alcançados. Para que todos os envolvidos no time possuam uma perspectiva em estar ali, para que você e seus colaboradores sonhem juntos. 

Nesse sentido, o planejamento estratégico é essencial, no mundo dos negócios até para sonhar é preciso ter pé no chão. Só é possível trilhar esse caminho para o sucesso, se você conhece o seu cenário atual. 

Está localizado de como anda o mercado externo? E as dinâmicas internas? Conhecer o seu empreendimento como a palma da mão, é fundamental. 

Nessa perspectiva montamos um cronograma para que você possa ir além das dicas de ferramentas, e correr atrás do seu próprio planejamento estratégico, para que você possa fazer um estudo também personalizado da situação atual da sua empresa.

O cronograma que recomendamos que você siga, nesse momento de análise da situação atual da sua empresa é 

  1. Identidade e cultura organizacional
  2. Mapeamento de ferramentas
  3. Diagnóstico técnico
  4. Plano de ação
  5. Acompanhamento de metas e indicadores
  6. Análise preditiva e corretiva
  7. Post mortem

O uso das ferramentas de planejamento estratégico, será o diferencial da sua gestão, além de possibilitar uma notoriedade única ao seu negócio, afinal, não há nada mais consistente que um negócio bem localizado com propósito.

Essa estratégia intimida a concorrência e transmite mais confiança para os clientes e colaboradores, que passam a reconhecer diretamente o potencial do empreendimento. 

Portanto, é importante se conhecer e saber para onde quer ir, se você não tem perspectiva vai acabar em qualquer lugar. E o mercado, não é bonzinho, quem não sabe aonde quer chegar, acaba se perdendo nas tendências passageiras e caminha para o encerramento do negócio. 

Ficou interessado em saber mais sobre o mundo dos negócios? 

Conheça nosso blog, e confira mais textos!

5 4 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Você também pode gostar de:

0
Would love your thoughts, please comment.x