Logo Kaledo

O que são vouchers e como funcionam para a experiência do cliente?

Foto de mulher segurando voucher.

Compartilhe:

Um voucher é um documento que dá direito a um desconto, uma troca ou um serviço gratuito em determinado produto ou estabelecimento. 

Ele pode ser impresso ou digital, e geralmente, tem um código de barras ou um QR code para ser validado. Os vouchers são uma forma de incentivar o consumo, fidelizar os clientes e aumentar as vendas.

Neste artigo, vamos ver quais são os principais tipos de cupons, como eles funcionam e quais são as vantagens e desvantagens de usá-los. 

Além disso, vamos dar algumas dicas de como ter um clube de vantagens e oferecê-los para os seus clientes. Acompanhe!

O que são vouchers?

São uma forma de marketing promocional que visa estimular o interesse dos consumidores por determinados produtos ou serviços. 

Eles podem ser oferecidos por empresas de diversos segmentos, como alimentação, vestuário, beleza, turismo, educação, entretenimento e outros. 

No geral, podem ter diferentes formatos e condições de uso, dependendo do objetivo da empresa e do perfil do público-alvo. Por exemplo, um voucher pode dar direito a:

  • Desconto fixo ou percentual em uma compra;
  • Produto ou serviço gratuito na compra de outro;
  • Brinde ou amostra grátis;
  • Experiência exclusiva ou personalizada;
  • Doação para uma causa social;
  • Acesso antecipado ou preferencial a um lançamento ou evento.

Quais os principais tipos de vouchers?

Existem diferentes tipos de cupons que podem ser oferecidos aos clientes, dependendo do objetivo e da estratégia da empresa. Alguns dos mais comuns são:

  • Vouchers de desconto: são aqueles que dão um abatimento no preço de um produto ou serviço, como um voucher de 10% de desconto em uma compra online;
  • Vouchers de brinde: são aqueles que dão um produto ou serviço gratuito na compra de outro, como um voucher de um café grátis na compra de um sanduíche;
  • Vouchers de experiência: são aqueles que dão acesso a uma atividade ou evento exclusivo, como um voucher de uma aula de yoga ou uma degustação de vinhos;
  • Vouchers de fidelidade: são aqueles que dão benefícios aos clientes que compram com frequência ou atingem um determinado valor, como um voucher de R$50,00 na compra de R$500,00 ou mais;
  • Vouchers de pontos: são aqueles que acumulam pontos para o cliente trocar por produtos ou serviços no futuro, como um voucher de 100 pontos na compra de um celular ou um voucher de 10 pontos a cada R$1,00 gasto.

Saiba mais: Experiência do Cliente: o que é e dicas de planejamento para a sua empresa.

Como funcionam os vouchers?

Os vouchers funcionam como uma forma de recompensar os clientes por sua fidelidade, incentivar novas compras, aumentar o ticket médio, gerar tráfego para o site ou loja física, divulgar a marca e criar um relacionamento mais próximo com o público. 

Eles podem ser distribuídos por diversos canais, como e-mail, SMS, redes sociais, aplicativos, sites, lojas físicas ou parceiros. Podem ser enviados para todos os clientes ou segmentados por critérios como histórico de compras, perfil demográfico, comportamental ou geográfico.

Para usar um voucher, o cliente precisa seguir as instruções que constam no documento, como o prazo de validade, o local de uso, o valor mínimo de compra ou o número de itens necessários. Em alguns casos, o cliente também precisa apresentar um documento de identidade ou um cadastro prévio.

Para validar um voucher, o cliente precisa apresentá-lo no momento da compra ou da troca, seja por meio de um código impresso ou digital. O voucher pode ser escaneado por um leitor óptico ou digitado manualmente pelo atendente. Em seguida, o cliente recebe o benefício correspondente ao voucher.

Mas, antes seu público possa usufruir do cupom, é importante que você defina alguns aspectos, como:

  • Objetivo: qual é a meta que se quer alcançar com os vouchers? Aumentar as vendas, reter os clientes, atrair novos clientes, promover um produto ou serviço específico, etc.
  • Tipo: qual é o tipo de voucher que vai ser oferecido? Desconto, brinde, frete grátis, cashback, pontos, etc.
  • Valor: qual é o valor do benefício que vai ser dado ao cliente? É uma porcentagem ou um valor fixo? É proporcional ao valor da compra ou independente dele?
  • Validade: qual é o prazo para o cliente usar o voucher? É uma data específica ou um período determinado? É uma única vez ou várias vezes?
  • Regras: quais são as condições para o cliente usar o voucher? É preciso fazer um cadastro, informar um código, fazer uma compra mínima, comprar um produto específico, etc.

Saiba mais: Cashback: descubra como economizar e ganhar dinheiro em suas compras online.

Quais as vantagens dos vouchers?

Os cupons podem trazer diversas vantagens tanto para as empresas quanto para os clientes. Veja algumas delas:

Para as empresas:

  • Aumentam o tráfego no site ou na loja física;
  • Aumentam a conversão de vendas;
  • Aumentam o ticket médio;
  • Aumentam a retenção e a fidelização dos clientes;
  • Aumentam a satisfação e a confiança dos clientes;
  • Aumentam a divulgação da marca e dos produtos;
  • Aumentam a coleta de dados e feedbacks dos clientes;
  • Reduzem o estoque e o desperdício de produtos.

Para os clientes:

  • Economizam dinheiro;
  • Experimentam novos produtos ou serviços;
  • Recebem benefícios exclusivos ou personalizados;
  • Sentem-se valorizados e reconhecidos pela empresa;
  • Participam de ações sociais ou ambientais;
  • Acessam conteúdos ou eventos especiais.

Quais as desvantagens dos vouchers?

Esses cupons também podem ter algumas desvantagens ou riscos que devem ser considerados pelas empresas. Veja alguns deles:

  • Podem gerar custos operacionais e logísticos para a empresa;
  • Podem diminuir a margem de lucro da empresa;
  • Podem atrair clientes oportunistas que só compram com desconto;
  • Podem gerar insatisfação se não forem bem planejados ou comunicados;
  • Podem gerar fraudes ou falsificações se não forem bem controlados.

Como oferecer vouchers?

Uma forma de potencializar seus benefícios é criar um clube de vantagens para os seus clientes. Um clube de vantagens é um programa de fidelidade que oferece vantagens exclusivas para os clientes que se cadastram e compram com frequência na empresa.

Para ter um clube de vantagens, você precisa definir os objetivos, as regras, os benefícios e os canais de comunicação do programa. Você também precisa escolher uma plataforma ou um aplicativo para gerenciar o clube e os cupons.

Alguns exemplos de benefícios que você pode oferecer no seu clube de vantagens são:

  • Cupons de desconto, brinde ou troca;
  • Cupons para participar de sorteios ou concursos;
  • Pontos que podem ser trocados por produtos ou serviços;
  • Cashback que pode ser usado em compras futuras;
  • Parcerias com outras empresas que oferecem descontos ou brindes;
  • Conteúdos educativos ou informativos sobre o seu segmento;
  • Convites para eventos ou webinars exclusivos.

Seja transparente com seus clientes

Um ponto fundamental para ter sucesso com essa estratégia é ser transparente e objetivo com os clientes na hora de oferecê-los. Isso significa informar claramente quais são as condições, as limitações e as obrigações dos vouchers, sem omitir, esconder ou distorcer nenhuma informação. 

Além disso, a empresa deve ser objetiva e direta na hora de oferecer os vouchers aos clientes, mostrando como eles podem ser usados, quais são os benefícios que eles trazem e como eles podem ser resgatados. É fundamental evitar oferecer cupons que não sejam relevantes, interessantes ou adequados aos clientes, pois isso pode gerar desinteresse, desconfiança ou irritação.

Conclusão

Os vouchers são uma estratégia de marketing promocional que pode trazer muitos resultados positivos para a sua empresa e para os seus clientes. Eles podem ser usados para incentivar o consumo, fidelizar os clientes e aumentar as vendas.

Para usá-los de forma eficiente, você precisa planejar bem a sua campanha, definir o seu público-alvo, escolher o tipo e o formato do voucher, distribuir pelos canais adequados e monitorar os resultados.

Uma forma de otimizar esse uso é criar um clube de vantagens para os seus clientes, oferecendo benefícios exclusivos e personalizados. Outra forma é fechar parcerias com empresas especializadas, como a Kaledo. Assim, você pode aumentar a confiança, a satisfação e a lealdade dos seus clientes. Gostou deste conteúdo? Então, confira as melhores ideias de mimos para clientes e conquiste de vez sua audiência!

3.8 4 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Você também pode gostar de:

0
Would love your thoughts, please comment.x