Logo Kaledo

Vantagem comparativa e competitiva: Como definir a estratégia da sua empresa

Duas mulheres na sala de reunião trabalhando na definição de estratégias para vantagens comparativas e competitivas da empresa.

Compartilhe:

Vantagem comparativa e competitiva são conceitos que desempenham papéis importantes nas tomadas de decisões de empresas – e também de nações – acerca de seus produtos, serviços e estratégias de negócio, a fim de gerar maiores níveis de lucro e menor custo de oportunidade.

Os termos são frequentemente confundidos, porém, são distintos. E para acabar com qualquer confusão, você vai descobrir neste artigo o que são vantagem comparativa e competitiva, suas diferenças e saber como traçar a melhor estratégia para o seu negócio.

O que é vantagem comparativa?

Vantagem comparativa é a capacidade de uma empresa fabricar determinados produtos a um custo inferior ao custo de oportunidade de outros. O conceito de vantagem comparativa surgiu no livro “The Principles of Political Economy and Taxation” publicado em 1817 pelo inglês David Ricardo.Na obra, o autor buscava explicar as diferenças de produção e comércio entre países diferentes, então, para chegar ao conceito de vantagem comparativa, Ricardo analisou quais países possuíam um custo de oportunidade menor na fabricação de um mesmo produto.

Mas afinal, o que é custo de oportunidade?

O custo de oportunidade é usado quando você abre mão ao escolher uma opção em detrimento de outra. Quer um exemplo simples? O custo de oportunidade de fazer horas extras no trabalho não permite que você passe o mesmo tempo assistindo uma série ou que você fique com a família, afinal, você abriu mão de uma coisa por outra. Quando falamos de mercado, por exemplo, o custo de oportunidade de uma empresa produzir mais shampoos do que sabonetes é a quantidade de sabonetes que ela deixa de produzir. Isso é custo de oportunidade.

Ou seja, o conceito de vantagem comparativa está relacionado à eficiência de uma empresa na fabricação de algum produto. Isto é, a empresa vai se especializar na fabricação de um produto específico a partir de todos os outros produtos que ela poderia produzir, assim, ela vai obter vantagem comparativa. Na prática, o conceito é frequentemente visto quando uma empresa terceiriza insumos, matéria-prima, mão de obra, entre outros.

Vantagem competitiva

Já a vantagem competitiva é o conceito que se refere a qualquer diferencial ou vantagem que uma empresa tem sobre as outras que oferecem produtos similares. Em um mercado cada vez mais concorrido, quem consegue encantar o cliente final obtém o sucesso. Os  diferenciais são diversos, como preço baixo, percepção de qualidade superior, produtos sustentáveis ou qualquer adicional que agregue valor ao cliente, ou seja, é o fator de diferenciação. 

Diferenças entre vantagem comparativa e vantagem competitiva

A vantagem comparativa e competitiva possuem suas semelhanças, inclusive, a vantagem comparativa é um elemento da vantagem competitiva. No entanto, os conceitos diferem um do outro na causa e nos métodos utilizados.

A vantagem comparativa ajuda empresas a se beneficiarem devido ao menor custo de oportunidade que elas têm ao focar em um produto ou serviço, o que facilita o comércio entre duas empresas. Essas organizações buscam estabelecer uma vantagem comparativa como resultado de economias de venda. Isso significa criar maior escala de produção, permitindo que as empresas produzam e vendam uma quantidade maior de produtos a um preço de mercado mais baixo.

Enquanto a vantagem competitiva é um conceito mais estratégico, pois ajuda empresas a vencer seus rivais de mercado. Por exemplo, as empresas que buscam obter uma melhor vantagem competitiva precisam encontrar maneiras de se diferenciar no mercado. Ou seja, elas desejam desenvolver uma imagem única no consciente do cliente, que as diferencie de outras em seu setor, para estabelecer uma base de clientes fidelizados.

Qual vantagem é melhor para sua empresa?

Para encontrar a resposta, é necessário conhecer muito bem o mercado do qual a sua empresa está inserida. E neste caso, podemos utilizar o framework das 5 forças de Porter, uma ferramenta simples, que pode ajudar a analisar a atratividade de um setor, avaliar opções de investimentos e medir a intensidade da concorrência.

Rivalidade entre os concorrentes

A primeira força analisa o número e a força dos seus concorrentes. Você sabe quais são seus rivais de mercado? Sabe da qualidade de seus produtos e serviços? E conhece a variedade de seus produtos?

São perguntas pertinentes que ao serem respondidas lhe darão um direcionamento.

Poder de barganha dos fornecedores

O poder de barganha dos fornecedores é a facilidade que eles possuem para aumentar o seus preços, ou seja, é o quanto o seu mercado está nas mãos de quem fornece matéria-prima e insumos. Isso afeta diretamente os seus lucros. Sempre leve isso em consideração! Então, quanto mais fornecedores você tiver à disposição, melhor, pois você pode optar sempre pelo menor preço. 

Poder de negociação do comprador

Quando há pouca procura por um produto, é o comprador quem tem o maior poder de barganha. E quando há muita procura, então, são as empresas quem detém o poder de barganha. É a famosa lei da oferta e demanda. 

Considere o número de compradores que você possui, o tamanho de seus pedidos, e o quanto custaria para eles mudarem para um de seus concorrentes.

Ameaça de novos entrantes

Entenda que sua posição pode ser afetada pela entrada de novas empresas no seu mercado. Pense, se for necessário pouco investimento para entrar no seu setor e exigir pouco esforço para ser competitivo, ou mesmo se você tiver pouca proteção para suas tecnologias, então novos concorrentes podem chegar, e assim, enfraquecer sua posição e consequentemente os seus lucros. Busque analisar a dificuldade de uma empresa ingressar no seu setor.

Ameaça de produtos substitutos

Essa força se refere à probabilidade dos clientes trocarem os seus produtos e serviços por outros. E quanto mais opções houver no mercado, mais alta é a probabilidade pois o cliente, geralmente, leva em consideração preço baixo, qualidade e tempo. Para evitar perder posição, considere o poder de negociação do cliente, qualidade do seus produtos, e diferencial da sua marca.

Tanto a vantagem comparativa quanto a vantagem competitiva são conceitos importantes para definir os rumos dos seus negócios. As organizações usam a vantagem competitiva e a vantagem comparativa para encontrar maneiras de ampliar as vendas, gerar lucros e manter sua base de clientes. Cabe a você analisar o terreno como um todo e traçar a melhor estratégia para sua empresa.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Você também pode gostar de:

0
Would love your thoughts, please comment.x