Logo Kaledo

Bem-estar físico no trabalho: saiba a importância e como oferecer na sua empresa

colegas de trabalho comemorando

Compartilhe:

O bem-estar, de forma geral, é definido como hábitos que promovem felicidade, conforto e segurança, ou seja, uma maior qualidade de vida para as pessoas. Na vida pessoal, o bem-estar físico, social e mental tem um grande impacto no dia a dia, e no ambiente de trabalho isso não poderia ser diferente. 

Para empresas, o bem-estar precisa ser levado em consideração na sua cultura organizacional, uma vez que ele é fundamental para seus funcionários, mas também para que os resultados esperados sejam atingidos e a reputação da empresa não seja manchada. 

Neste texto, você vai entender o que é bem-estar, de que forma cada tipo de bem-estar afeta positivamente ou negativamente (se for negligenciado) uma empresa e como o RH como trabalhar para promovê-lo. 

O que é bem-estar físico, mental e social?

Quando todos os aspectos da vida de alguém estão equilibrados, as chances de se ter uma vida mais feliz e produtiva são muito maiores. Para isso, é preciso se atentar aos aspectos do bem-estar físico e emocional, assim como o social. 

Bem estar físico 

Bem-estar físico  é aquele que se refere a disposição, saúde e disposição do nosso corpo. Ele vai além da ausência de doenças, uma vez que está relacionado a força do corpo, motivação e até mesmo genética. 

No ambiente de trabalho, o bem-estar físico está diretamente ligado à segurança, motivação e níveis de produtividade do colaborador. É justamente por isso que muitas empresas procuram estar sempre de acordo com as normas de segurança do trabalho, assim como trabalharem com parcerias e até mesmo mutirões médicos e participação em campanhas de saúde como o Setembro Amarelo, Novembro Azul e Outubro Rosa.

Bem-estar social

O bem-estar social refere-se ao acesso que todos os cidadãos possuem a serviços básicos como educação, segurança e saúde. Nesse sentido, ele abrange áreas políticas e econômicas visando promover a igualdade social e oferecer uma qualidade de vida melhor e mais humanitária à classe trabalhadora. 

Um exemplo de empresas que sabem promover o bem-estar social dentro do seu ambiente é aquela que tem participação e/ou apoia programas sociais estratégicos, oferece benefícios como creche dentro da empresa, e, além de estar sempre alinhada com a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), oferece condições além das básicas obrigatórias.

Bem-estar mental 

Quando o bem-estar mental está presente na vida de um colaborador, quer dizer que ele tem emoções negativas e positivas equilibradas, sendo capaz de lidar bem com seus sentimentos e, assim, é capaz de agir corretamente em diversas situações pessoais e profissionais.

O bem-estar mental está diretamente ligado também com a saúde mental, uma vez que se a pessoa não encontra-se em um estado de equilíbrio, pode vir a desenvolver quadros de doenças mentais. Por isso, as empresas precisam trabalhar para a prevenção da ansiedade, estresse e depressão dos seus funcionários. 

Saiba o que a OMS diz sobre o assunto

A Organização Mundial de Saúde (OMS) já afirmou que o bem-estar físico, mental, social, espiritual e até ecológico afetam a saúde de todos nós. E não apenas isso, foi a própria OMS que afirmou que a saúde vai além da ausência de doenças.

Para a Organização, diversos fatores podem colocar a saúde e bem-estar mental de alguém em risco, como:

  • rápidas mudanças sociais;
  • condições de trabalho estressantes;
  • discriminação de gênero;
  • exclusão social;
  • violência;
  • violação dos direitos humanos.

É por isso que, assim como o Governo, as empresas têm um papel fundamental no bem-estar de toda a sociedade e a promoção da saúde mental deve envolver, basicamente, ações que permitam e incentivem todos a manterem um estilo de vida mais saudável.  

Como o bem-estar físico, social e mental influenciam na rotina de trabalho 

Mulher meditando na mesa de trabalho
Imagem: Freepik

O bem-estar físico, social e mental tem um papel fundamental na rotina dos funcionários de uma empresa. Entenda como cada um pode influenciar o dia a dia dos colaboradores, clima organizacional e, consequentemente, o crescimento saudável de uma companhia.

Bem-estar físico 

Levando em conta que, em um trabalho CLT, a maioria dos funcionários passa oito horas trabalhando, é essencial que a empresa promova o melhor equipamento, ferramentas e ambiente para eles. Isso porque é o bem-estar e saúde física que estão em jogo aqui. 

Por exemplo, uma estação de trabalho cuja cadeira seja desconfortável, não tenha ar condicionado nem ventilação e a iluminação seja ruim pode prejudicar o bem-estar do funcionário e até mesmo estresse. 

A permissão de pausas ao longo da jornada, além do almoço, também se faz fundamental para o colaborador reabastecer a sua energia e continuar trabalhando com qualidade e, ao não se sentir sobrecarregado, sentirá vontade de crescer dentro da empresa, o que diminui a taxa de turnover e rotatividade.

Bem-estar mental

A saúde e bem-estar mental estão ligados a produtividade e desempenho de um funcionário. Por isso é preciso que a empresa trabalhe para promover o equilíbrio dos seus empregados, tanto de forma individual quanto coletiva. 

É importante destacar que o excesso de cobrança, sobrecarga de tarefas, má gestão, clima extremamente competitivo podem levar ao desequilíbrio mental e, posteriormente, afetar pontos fundamentais em uma empresa, como engajamento e relacionamento interpessoal com seus pares e superiores. 

Bem-estar social 

Da mesma forma que o bem-estar físico e o bem-estar mental, o social também tem um papel importante na rotina de um colaborador. Se ele está com problemas financeiros ou se sente, em algum aspecto, negligenciado, sem dúvidas terá seu desempenho profissional afetado. 

Embora muitas empresas ainda acreditem no conceito de que “problemas pessoais devem ficar da porta da companhia para fora”, essa não é forma que grandes companhias já passaram a lidar com seus funcionários. Já  é de conhecimento geral que funcionários precisam ser vistos e tratados de forma mais humanizada e individual. 

Qual o papel do RH na promoção desses 3 tipos de bem-estar?

O departamento de Recursos Humanos tem um papel fundamental na promoção do bem-estar físico, social e mental. É o RH que deve mediar conflitos, monitorar o nível de satisfação dos colaboradores com a empresa e também garantir que a cultura organizacional está sendo aplicada com foco em todos. 

Investir no bem-estar e qualidade de vida da equipe pode ser visto como um desafio para muitos, mas é preciso que o departamento esteja sempre aberto à comunicação e também seja capaz de captar os sinais de que algo não está dando certo. 

Muitas faltas, atrasos, desentendimentos entre pares e queda drástica na produtividade são alguns sinais de que a equipe está estressada e insatisfeita com a empresa de alguma forma.  Por isso, o RH precisa estar sempre próximo dos funcionários, oferecer acolhimento e ajudar sempre que julgarem necessário (ou a ajuda for solicitada pelo próprio colaborador). 

Esse olhar voltado para a saúde e equilíbrio na vida dos funcionários é também um investimento para a própria empresa. Além de mais qualidade e agilidade na entrega, a companhia atrai mais talentos e também uma taxa baixa de demissões. 

A seguir, veja como cuidar do bem-estar físico, social e mental dentro da sua empresa. 

banner da kaledo sobre melhores benefícios

Dicas de ações para promover a saúde na sua empresa  

Na procura por qualidade de vida e equilíbrio entre corpo e mente, os funcionários de uma empresa não podem sentir-se desamparados. Por essa razão, é preciso ir além da cultura que fica apenas no papel e, de fato, criar ações que os ajudem. Veja como:

Crie programas de bem-estar e saúde mental

Um programa de saúde e bem-estar no trabalho precisa ter bases bem definidas para demonstrar ao colaborador que a empresa está ao seu lado. Nesse sentido, é indicado valorizar a humanização nas relações profissionais e, a partir daí:

  • Saber quando e como demonstrar a importância  do trabalho do colaborador;
  • Gerar oportunidades de crescimento;
  • Aplicar pesquisas de satisfação.

Ofereça benefícios 

Benefícios corporativos são uma ótima forma de equilibrar o bem-estar social, mental e até mesmo físico dos colaboradores. Para isso, é preciso ir além dos vales alimentação, refeição e planos de saúde. Dentre as opções de benefícios que a empresa pode passar a oferecer estão:

  • Home office ou trabalho híbrido: após a pandemia da Covid-19, o trabalho em casa chegou para ficar. Por isso, muitos colaboradores notaram que, ao ficar perto da família e não ter que encarar o trânsito nem transporte público em grandes capitais, proporcionam uma vida muito mais equilibrada;
  • Salas de descompressão: se a empresa pede que os funcionários trabalhem presencialmente, seja no modelo híbrido ou não, procure ter um ambiente de descompressão para que o colaborador faça pausas ao longo do dia;
  • Clubes de desconto: um programa de vantagens com descontos em várias lojas e estabelecimentos ajudam a promover o bem-estar físico, social e mental. Muitos deles oferecem descontos em academias, supermercados, cinemas, etc.
  • Flexibilização de horários: embora as leis trabalhistas determinem que o limite de trabalho é de oito horas, muitas empresas obrigam todos os colaboradores a entrarem, irem almoçar e saírem no mesmo horário. É preciso, no entanto, reconsiderar essa cultura e permitir que o funcionário cumpra as oito horas dentro do melhor período para ele.

Incentive seus colaboradores a praticarem atividades físicas

Mulher bebendo água após atividade física
Imagem: Freepik

Seja por meio de descontos em academias ou programas de atividades físicas, a empresa deve motivar seus funcionários a se exercitarem. Muitas escolhem realizar pausar ao longo da jornada para um alongamento ou sessão de ginástica ergométrica, enquanto outras promovem competições de atividades físicas em eventos. 

Seja qual for o método escolhido pela empresa, é preciso considerar a saúde e auxílio aos funcionários, dessa forma, as chances de atrair e manter talentos serão muito maiores. 

Receba feedbacks 

O feedback válido de uma empresa não deve ser só aquele dos seus clientes, mas também dos funcionários. Muitos modelos de gestão e até departamento de RH não tem o canal de comunicação aberto para que o colaborador sinta-se à vontade para dar sugestões de melhoria dentro da empresa. 

Por isso, para que o bem-estar seja promovido no ambiente corporativo, a companhia precisa estar aberta para ouvir seus funcionários e, o mais importante, aplicar as melhorias de forma mais rápida possível. 

Promova palestras e rodas de conversas 

Apostar em palestras e rodas de conversa é uma opção viável para empresas que querem promover o bem-estar corporativo. Além de saúde mental, diversos temas podem ser discutidos como:

  • Saúde emocional;
  • Alimentação;
  • Gestão pessoal;
  • Ergonomia;
  • Etc.

Esteja presente no dia a dia 

Por fim, a própria empresa precisa  olhar para sua cultura e, se possível, transformá-la se ela não estiver funcionando. É preciso que gestão e RH estejam presentes no dia a dia dos colaboradores para entender que aspectos culturais estão sendo seguidos e de que forma podem trabalhar juntos para que tudo flua da melhor forma. 

Por que promover o bem-estar no trabalho

Mulher se alongando em ambiente de trabalho
Imagem: Freepik

Afinal, quais os benefícios do bem-estar físico, mental e social e por que investir neles em uma empresa? A resposta é que eles têm um grande impacto em uma corporação. Quando esse equilíbrio perpetua em todo o time, tanto o engajamento quanto a produtividade e lealdade à empresa aumentam, o que acaba:

  • Retento talendos;
  • Diminuindo as faltas;
  • Melhorando o clima organizacional;
  • Melhorando a qualidade de vida e também qualidade da entrega dos funcionários.

É justamente por isso que cada vez mais empresas estão se estruturando para oferecer mais benefícios e investindo no desenvolvimento dos seus funcionários, elas estão olhando para o bem-estar de todos. 

Consequências da falta de investimentos 

Se uma empresa que promove o bem-estar na sua cultura e a coloca em prática tem baixa rotatividade e melhor produtividade, o que uma corporação que não faz isso acaba tendo? O contrário: equipe insatisfeita, baixa produtividade e baixa qualidade dos entregáveis.

O papel de uma empresa na socialização e bem-estar do indivíduo é muito importante. É a partir do ambiente organizacional que o funcionário vai se reconhecer como profissional, sentir-se valorizado e ser capaz de desenvolver habilidades que poderão ajudar no crescimento da corporação. 

Conclusão

Atrair talentos não é algo que deve ser feito apenas no momento da contratação, as empresas precisam saber como mantê-los. Neste artigo, você entendeu o que quer dizer bem-estar físico, mental e social e como eles impactam na rotina de uma corporação. 

O RH tem um papel essencial para que as ações que promovam bem-estar sejam colocadas em prática e, somente se a empresa estiver aberta para ouvir sugestões dos funcionários, é que ela poderá extrair o melhor deles. 

Gostou do conteúdo? Então não pare por aí e veja o texto Valorize seu funcionário: como colocar a valorização profissional em prática na sua empresa aqui no blog da Kaledo! 

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Você também pode gostar de:

0
Would love your thoughts, please comment.x